Translate

Translate

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Quando as asas me pesam


Dispo-me de tudo que faz noite em meu olhar
Descanço o pesado par de asas
Incansável busca de uma porta
O vale das tristezas parece se fechar em torno de mim
Os dissabores, rolarão de minha face
As palavras eu rasgarei sem medo
O meu coração, pode ser mastigado por afiados dentes de leões
E o meu corpo, podem arrastar até a desfiguração
Dêem o meu sangue ao mais torpe dos mercenários
Cantem estridentes uma canção fúnebre
E bebam o gosto amargo da covardia
Joguem minha carne aos abutres
Assistam o desaparecer a cada bicada
Se é destruída que me sonham
 Podem exibir o sorriso negro da ignorância
Cá estou, não fugirei
Estou pronta para os bárbaros
Porém, apenas serei alcançada, se conseguirem arrancar a minha sede de viver. 




8 comentários:

  1. E não conseguirão faze-lo, porque, tu não o permitirás!
    Beijito.

    ResponderExcluir
  2. É esta sede que devemos ter como meta. Bárbaro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Valéria: Ninguem consegue fazer tal malde porque és e seras uma mulher forte e nunca deixarias que te fizessem tal malde, eu sei que escrita, mas geralmente escrevemos aquilo que sentimos.
    Um beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  4. Olá Valéria.
    Quando as asas me pesam, é um texto com muita imaginação. Despidos das asas, aliviamos o peso da carga, e resta-nos a força para ultrapassar barreiras e escolhos que nos dificultam a vida. Mas é na capacidade guerreira, da vontade de viver que nos faz arranjar forças para ultrapassar e não sermos agarrados pelas inquietudes da vida.

    Tem uma boa semana.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. A busca é incansavel, a vitoria é certa :)

    BEjinho*

    ResponderExcluir
  6. Amiga Valéria!

    Adorei o seu poema!

    Sem asas seguramente não voaremos.
    Voemos e procuremos enfrentar os obsctáculos que se nos deparam pelo caminho.

    Bejinhos

    Na casa do rau

    ResponderExcluir
  7. Quando as asas pesam, segue o rumo do vento, sente-te no seu dorso e deixa que ele te leve...

    Beijos
    AL

    ResponderExcluir
  8. Há! Nunquinha, meu bem. :)

    Beijocona

    ResponderExcluir

Venha confiar-me tuas palavras
Deixe-me envolver o teu pensar
Posso até tocar teu coração, mas
A tua presença, será como um abraço na alma.