Translate

Translate

segunda-feira, 16 de agosto de 2010



...escrevo a palavra árvore

com tanta emoção

que ao apagá-la

o poema

morre

sem

oxigênio

( Geraldo de Barros )

7 comentários:

  1. Não conhecia, mas gostei.

    Beijinho*

    ResponderExcluir
  2. val..
    que maravilhoso ese poema, parabéns ao geraldo por escreve-lo e a vc por publicar.
    tenha uma semana de luz e muitas alegrias.
    bjuivos no tuo core...(momento passione...) kkkkk
    loba.

    ResponderExcluir
  3. Com um tapinha da vida, ressuscita, beijos amiga.

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema, tão simples e suave!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ola Valéria: Lindo poema gostei parabens para o autor e para ti pela linda escolha.
    Um beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  6. Querida Valéria,

    Não apagues a palavra!
    Deixa que ela se multiplique em emoções!!!

    BjO´ss
    AL

    ResponderExcluir

Venha confiar-me tuas palavras
Deixe-me envolver o teu pensar
Posso até tocar teu coração, mas
A tua presença, será como um abraço na alma.